voltar.png

Os nossos Ancestrais

     São aqueles que nos precedem, muitas vezes, nossos eternos desconhecidos.

Todos temos antepassados de origens muito díspares: quase todos temos antepassados no clero e sempre que regredimos uma geração podemos encontrar origens humildes para grandes famílias".

   Durante décadas, a genealogia esteve associada à nobreza, prática ancestral, que aparece relatada até na Bíblia, esta ciência dos antepassados era uma justificação perante a sociedade.

   Assim nasceram os livros nobiliárquicos, que se divulgaram na Idade Média. Em 1563, torna-se obrigatório às paróquias o assento de batismos e casamentos. Mais tarde, em 1614, essa obrigatoriedade alarga-se também aos funerais.

   Claro que a empreitada nem sempre é fácil: houve incêndios em igrejas, o terramoto de Lisboa, as invasões franceses e outros acontecimentos que contribuíram para a perda de muitos registos. Por vezes, basta que tenha havido uma longínqua mudança de residência para que o rastro se perca.

Fonte: DN

Os registos paroquiais ver +

Nomes e Sobrenomes 

     Os sobrenomes e apelidos, são componentes indissociáveis do indivíduo na sua linha de ascendência genealógica. Em algumas culturas o sobrenome precede o nome próprio. ver +

Cesar Doria - a primeira citação deste sobrenome consta num documento notarial datado de 1858, em nome do Padre Joaquim Ferreira Cesar Doria do Custilhão. Antes desta data, não foi possível encontra-lo, em toda a pesquisa possível efetuada no concelho de Castro Daire, nem mesmo o sobrenome simples "Doria".

Ferreira de Carvalho - Família oriunda da Póvoa de Val de Cuterre, pequeno povoado dentro dos limites do povo do Custilhão, a época localizada junto a antiga estrada Real nº7, onde atualmente passa a via A24, próximo ao túnel de acesso a estrada municipal que liga a estrada Nacional 2 ao povo do Custilhão,

 

Os "Ferreira" e os "Carvalho", a maioria dos cerca de 30 habitantes lá residentes, dedicavam-se a atividade de Almocreves e secundariamente a agricultura, compondo o pequeno grupo de maiores proprietários de terras do Custilhão, tais como, o Barão de Castro Daire, As Freiras do Convento de Arouca, Família Aguilar da Casa de Cedovim e a família da casa brasonada de Farejinhas.

Dos quatro padres nascidos no Custilhão, tres pertenciam a esta família, a saber.

Padre Manuel Ferreira de Carvalho   (1785 - ----) 

Padre Joaquim Ferreira Cezar Doria         (1833-1872)       

Padre João Ferreira Cezar Doria                (1870-1933)  

 

A Seguir

Marques -

Teixeira - 

Carvalhal - 

Outros - 

(...)