voltar.png

Sobrenome Ferreira de Carvalho.

Póvoa de Val de Cuterra e Custilhão.

    Em 30 de novembro de 1687, João de Carvalho e sua mulher Isabel João, batizam o seu filho Domingos. .

      Em 6 de outubro de 1695, Manuel Ferreira e sua mulher Maria Moura, batizam o seu filho Antonio.

      Em 30 de novembro de 1687, João de Carvalho e sua mulher Isabel João, batizam o seu filho Domingos. .

      Em 6 de outubro de 1695, Manuel Ferreira e sua mulher Maria Moura, batizam o seu filho Antonio.

     São estes dois registos de batismo com data extrema de 1687, que marcam a origem do sobrenome “Ferreira de Carvalho”, abastados proprietários de “terras ou fazendas” no povo do Custilhão. Dedicavam-se a atividade de “Almocreve”, enquanto moradores na Póvoa de Val de Cuterra.

     A partir de meados do século XVIII, todos estes habitantes, passam a morar no povo do Custilhão, como mostra vasta documentação de registos notariais e judiciais, provocando o despovoamento da Póvoa de Val de Cuterre. A origem deste êxodo, pode estar relacionado com as movimentações da Revolução Francesa a partir de 1789, sentidas em toda a Europa .

     Importa lembrar, que este povoado, pertencente ao povo do Custilhão, estava localizado, junto a estrada Real nº 7, antigo traçado da via romana, na ligação entre as cidades de Lamego e Viseu e também para o rio Douro, através da serra de Montemuro, passagem de excelência de viajantes e, neste caso, das tropas invasoras de Napoleão.

     Desta família, derivam outros sobrenomes, construindo outros ramos familiares que se mantem até a presente data, como é o caso dos "Doria" ou " Cesar Doria" de Castro Daire.

Origem Familia Ferreira de Carvalho - 02
Origem Familia Ferreira de Carvalho - 03

Documentação em arquivo relacionada com os "Ferreira de Carvalho."

Final