Pão de Queijo no fogão a lenha.

Esta é a forma como fazemos o nosso pão de queijo.



*****

Ingredientes:

* 1 ½ copo de polvilho doce e 1 ½ copo de polvilho azedo. * 1 copo de agua. * 1 ½ de leite de coco e óleo de coco. * Sal q.b. * 200 gr. queijo (raspado) de ovelha e vaca de meia cura do Pouso da Serra. * 2 ovos grandes. * Toucinho Fumado Pouso da Serra q.b.


Passo a Passo Comece por ferver a agua com o leite e óleo de coco e o sal.


Adicione este preparado a mistura de polvilho doce e azedo, mexendo com um utensílio de cozinha até incorporar e formar uma massa mole.


Deixe arrefecer um pouco (até a mão suportar a temperatura), amasse bem e junte os ovos, um a um, misturando bem entre cada ovo.


No final junte o queijo e envolva-o bem na massa.

O toucinho fumado se utilizado é misturado nesta ultima fase, conferindo um sabor a “fumados”.


Faça bolinhas no tamanho pretendido e coloque-as num tabuleiro (não necessita ser untado).


Leve ao forno* pré aquecido a 180º até que estes dobrem de tamanho e apresentem um aspeto dourado. Normalmente 15 a 20 minutos é tempo suficiente.

* Utilizamos fogão a lenha neste receita.


Depois da prova, conseguimos arrancar elogios dos primos "brasileiros, habituados que estão , ao verdadeiro pão de queijo de Minas Gerais, berço desta iguaria.


Dicas: Características do Polvilho Doce ou Azedo Polvilho ou fécula de mandioca é o produto amiláceo extraído da mandioca. De acordo com o teor da acidez é classificado como polvilho doce ou azedo.


O polvilho doce é obtido da lavagem da massa ralada da mandioca e posterior decantação da água da lavagem, para separar o amido de fibras, de material proteico e de impurezas. É submetido à secagem, depois da decantação.


O Polvilho azedo é o amido fermentado em tanques até atingir a acidez aproximada de 5%. Os cuidados durante o processamento definem a qualidade final do polvilho. Fonte: EMATER (MG).


Escaldar o polvilho - ato de juntar um liquido quente/fervente ao mesmo. Muitos afirmam que este processo torna a massa final mais leve e macia.


O polvilho azedo, apresenta uma maior capacidade de expansão da massa, tornando o produto final mais leve e menos umido.


O polvilho doce, confere um acabamento mais denso e crocante.

Diga-nos se gostou.




A EN2 – estrada nacional 2, é via mais extensa do país, com 738,5 quilómetros e “terceira estrada mais extensa do mundo”. Liga as cidades de Chaves (km 0) a Faro, passando por: 11 distritos:  Vila Real, Viseu, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Évora, Setúbal, Beja e Faro, 8 províncias (Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Alta, Beira Litoral, Beira Baixa, Ribatejo, Alto Alentejo, Baixo Alentejo e Algarve)32 municípios, 4 serras e 11 rios. 4 serras e 11 rios A Estrada Nacional Nº 2 é uma “estrada histórica, que junta a Estrada Real 5, 7, 8 e 17 e que em 1945 deu origem, no primeiro Plano Rodoviário Nacional à EN2” Passa por quatro áreas protegidas e por quatro monumentos considerados património da humanidade pela UNESCO.
rua Central,39  Custilhão 3600-270 Castro Daire  | 934 609 221  - 232 374 088 |  GPS N40º55´32.5"  O7º54´24.4"

Pouso da Serra na rota da estrada nacional 2  .                registado no INPI nº 560816           criação de J. Carvalhal 2016