O troço no Município de Castro Daire tem uma extensão de cerca de 40 Km, inicia junto à ribeira de Cabrum atravessando zonas florestais, agrícolas e rurais destacando-se a riqueza do património cultural e religioso ao longo do caminho, bem como, o património natural e paisagístico. Destaca-se a passagem por duas capelinhas dedicadas a Santiago, pelo Rio Paiva, integrado na rede Natura 2000, sítio do Rio Paiva, que nos apresenta paisagens maravilhosas em todo o seu percurso.  Também se realça a passagem pela Serra de Montemuro, integrada também na rede Natura 2000, sítio da Serra de Montemuro que convida a passeios de jipe, bicicleta ou simplesmente a pé, durante os quais se pode observar aldeias típicas, águias de asa redonda, víbora cornuda, rebanhos de ovelhas e cabras, lebres ou até lobos ibéricos, entre outros.

O Caminho Português Interior de Santiago estende-se por 205 Km, em território português, atravessando os municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e Chaves. Atravessa a fronteira em Vila Verde da Raia, percorrendo cerca de 180 Km da Via da Prata, em território espanhol, até alcançar Santiago de Compostela.

Este projeto resultou do empenho conjunto dos oito municípios atravessados, e diferencia-se de outras vias de peregrinação já marcadas, em Portugal, por vários fatores:

- o rigor nos critérios de reconhecimento e marcação do caminho;

- a riqueza patrimonial, iconográfica e toponímica associada a Santiago e ao Caminho;

- o enquadramento natural e rural;

- o duplo sentido, permitindo a utilização do caminho para peregrinação a Santiago e a Fátima.

Este caminho, semelhante ao original, promove a segurança e o conforto dos peregrinos, privilegia a ruralidade e o contacto com as gentes e com o património, de que são exemplos as igrejas, alminhas, pontes e vias ancestrais.

 

Troço Castro Daire:

Início (Ribeira de Cabrum) 40°47’28,300’’N  7°52’56,851’’W

Fim (Mezio) 40°59’43,785’’N  7°53’23,750’’W

download do panfleto do Caminho Interior de Santiago.

Fonte: CMCD e ViaVerde

Natureza

Uma terra cuja paisagem é habitada pelo Rio Paiva e pela beleza da Serra de Montemuro só podia ser um paraíso para os amantes da natureza. Aqui não faltam recantos únicos e vistas de cortar a respiração.
Pode optar por fazer atividades no rio, passeios de jipe ou bicicleta, ou entregar-se às caminhadas. Por aqui, passam 40 km do Caminho Português Interior de Santiago que o conduzem por zonas florestais, agrícolas e rurais, onde pode encontrar algum património cultural e religioso.

Património

Numa terra onde há registos da presença do homem desde o período do Neolítico não é de estranhar que existam vários pontos de interesse a visitar, como é o caso  das Ruínas da Muralha das Portas de Montemuro, uma estação arqueológica com vestígios de um povoado fortificado da Idade do Ferro.
Em Castro Daire, o cariz religioso também assume um importante papel e são muitas as igrejas e capelas a compor o património local. A Igreja Matriz, de final do séc. XVII, é um belo exemplo disso.

Museus

Castro Daire apresenta vários núcleos museológicos que vale a pena conhecer. No Museu Municipal, localizado no centro da vila, encontra várias coleções de objetos etnográficos e arqueológicos para melhor entender a região.
Na Casa-Museu Maria da Fontinha, em Gafanhão, os elementos em exposição vão desde a pintura às porcelanas da Companhia das Índias, passando por uma coleção de moedas romanas, entre outros espólios.
E porque o folclore é um dos elementos populares que caraterizam esta zona, porque não uma visita ao Museu do Rancho Folclórico Morenitas do Alva.

Artesanato

Já que falamos em tradições, procure o artesanato típico da região de Castro Daire. Para além da tecelagem, da cestaria e da latoaria, aqui encontra peças feitas de barro preto, as capuchas — peças de agasalho oriundas das fragas da Serra de Montemuro —, os tamancos ou a palhoça.

Gastronomia e Produtos Regionais

Cabritinho de Montemuro, Trutas de Escabeche do Rio Paiva ou Torresmada à Montemuro. Deixamos o convite para que parta à descoberta da rica cozinha da região de Castro Daire.
E para que traga um pouco dessa riqueza consigo pode sempre adquirir um dos vários produtos regionais à venda: bolo podre, salpicão, queijo de cabra da serra, mel caseiro ou fogaças.

 
A EN2 – estrada nacional 2, é via mais extensa do país, com 738,5 quilómetros e “terceira estrada mais extensa do mundo”. Liga as cidades de Chaves (km 0) a Faro, passando por: 11 distritos:  Vila Real, Viseu, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Évora, Setúbal, Beja e Faro, 8 províncias (Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Alta, Beira Litoral, Beira Baixa, Ribatejo, Alto Alentejo, Baixo Alentejo e Algarve)32 municípios, 4 serras e 11 rios. 4 serras e 11 rios A Estrada Nacional Nº 2 é uma “estrada histórica, que junta a Estrada Real 5, 7, 8 e 17 e que em 1945 deu origem, no primeiro Plano Rodoviário Nacional à EN2” Passa por quatro áreas protegidas e por quatro monumentos considerados património da humanidade pela UNESCO.
rua Central,39  Custilhão 3600-270 Castro Daire  | 934 609 221  - 232 374 088 |  GPS N40º55´32.5"  O7º54´24.4"

Pouso da Serra na rota da estrada nacional 2  .                registado no INPI nº 560816           criação de J. Carvalhal 2016